ATAS

ATA DO DIA 14 DE MARÇO DE 2015 

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA  DA ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE MARTINS – ALAM, REALIZADA DIA 14 DE MARÇO DE 2015, NO AUDITÓRIO DA CASA DA CULTURA DE MARTINS, RUA DESEMBARGADOR SILVÉRIO, S/N, CENTRO, MARTINS, RN. POSSE DE TRÊS NOVOS ACADÊMICOS MEMBROS EFETIVOS TITULARES VITALÍCIOS E FUNDADORES, TRÊS SÓCIOS CORRESPONDENTES, DOIS SÓCIOS AMIGOS DA ALAM E UMA SÓCIA BENEMÉRITA. 

 

Mestre de Cerimônia (MC) - LUIZ FRANCELINO FILHO OCUPANTE DA CADEIRA 10, tem como Patrono o professor Erasmo de Moura Carvalho.

 

PRIMEIRO ATO

M.C.  Senhoras e Senhores, boa noite.

Estamos reunidos em assembleia para, como cidadãos, comemorarmos o aniversário da Academia de Letras e Artes de Martins (ALAM), momento em que 03 novos Acadêmicos serão diplomados e serão concedidos os títulos: sócia benemérita, sócios correspondentes e sócios amigos da ALAM em cidadãos de destaca projeção nas áreas de atuação da Academia.

 

M.C.  Para compor esta mesa solene convido:

- A Presidente da ALAM Dra. Taniamá Vieira da Silva Barreto

- A Prefeita de Martins e Imortal Acadêmica Olga Chaves Fernandes de Queiroz Figueiredo

- O Presidente da Câmara Municipal Fulgêncio Teixeira Neto

- Presidente da Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço (SBEC) Dr. Benedito Vasconcelos Mendes

- Representante da Academia Feminina de Letras e Artes (AFLAM) Suzana Goretti Leite

- Presidente da Academia de Cordelistas de Mossoró e da Comissão do Folclore (CONFOLC) - Gualter Alencar Couto

- Presidente da Associação dos Escritores Mossoroense (ASCRIM) – Francisco José da Silva Neto

- Presidente da Academia Mossoró de Letras (AMOL) - Elder Heronildes da Silva

- Presidente da Academia Maçônica de Letras do RN (AMLERN) e da Academia de Ciências Jurídicas e Sociais de Mossoró (ACJUS) - José Wellington Barreto.

 

M.C.  Convido as autoridades para tomar lugar na primeira fila de cadeiras:

- Chanceler da Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço (SBEC) Dr. Paulo de Medeiros Gastão

- Pe.Possídio Lopes dos Santos Neto.

- Vice-Presidente da Câmara Municipal de Martins -----------

- Tenente Durval Ribeiro da Silva

- Vice-Presidente da Câmara Municipal de Paraú Durval Ribeiro da Silva Júnior

- Cordelista e Instrumentista Antônio Nilson da Silva

- Acadêmica da AFLAM Maria Goretti Alves

= Vereador Eloi

- Coordenadora do Núcleo da EAD da UFRN – Profa Carmem

 

M.C.  Passo a palavra à Presidente desta Mesa Solene, a Acadêmica Taniamá Vieira da Silva Barreto

SEGUNDO ATO

Presidente da ALAM

Senhoras, Senhores, boa noite.

Neste momento, convido os Acadêmicos Olga Chaves Fernandes de Queiroz Figueiredo, Valter Leite da Silva e Antonio Clovis Vieira para introduzirem ao recinto os três acadêmicos a serem diplomados: Lívia Martins Pinto, Zélia Macêdo Lopes Heronildes da Silva e Francisco Sandoval Vieira.

Convido o Acadêmico José Patrício de Figueiredo Júnior para introduzir ao recinto a Magnífica reitora da UFRN Ângela Maria Paiva Cruz, que será agraciada com o título de Sócia Benemérita.

Convido as Acadêmicas Hélia de Oliveira Silva, Maria Dalva Vieira e Albetiza Leite de Sousa Melo para introduzirem ao recinto os homenageados Dr. Elder Heronildes da Silva, Petronilo Hemetério Filho Petro e José Wellington Barreto.

Convido os Acadêmicos João Sabino de Moura, Francisco Vieira Filho e Claudio Henrique de Oliveirapara introduzirem ao recinto os homenageados Maria Aparecida Nunes Sabino, Francisco Edmar da Costa Fernandes e Államo Caio Vieira de Carvalho.

Em nome de Deus e pelo que me concede os regulamentos do Estatuto da Academia de Letras e Artes de Martins, declaro aberta e instalada esta Solenidade e convido esta Assembleia para cantar o Hino do Município, cuja letra é de autoria do Confrade Claudio Henrique de Oliveira, ocupante da Cadeira de No 08 da ALAM.

 

HINO OFICIAL DE MARTINS

Cláudio Henrique Oliveira

No alto oeste do estado potiguar
Existe uma serra, que lindo lugar,
Sempre erguida como uma palmeira,
Uma cidade perfeita pra morar.

Por alguns nomes já foi conhecida:
De Campo Grande a maioridade.
Lugar de sonhos e de poesias,
Nossa Martins exala alegria.

Já foi chamada de Imperatriz,
Tão gloriosa teve nome Conceição,
De povo honesto e hospitaleiro,
Sua altitude se vê na imensidão.

Martins, cidade querida,
Cidade abençoada pelas mãos divinas.
Martins cidade querida,
Lagoa do Rosário de águas cristalinas.

Com clima ameno e tão desejado,
Verdes campos, beleza natural.
Grandes cavernas, riquezas de valor,
Sua bandeira representa o nosso amor.

Que linda serra de belas cachoeiras,
Sua natureza é riqueza sem igual.
Dos altos céus és abençoada,
É divindade do Pai celestial.

É conhecida como a Princesa Serrana
Pelo turismo e Cultura popular.
Formosa por seus jardins e pomares,
Aos nossos olhos não há recanto igual.

Martins, cidade querida,
Cidade abençoada pelas mãos divinas.
Martins cidade querida,
Lagoa do Rosário de águas cristalinas.

Com realeza exala autoridade
Em respeito a um povo vencedor.
Uma terra fértil, também promissora,
Dignidade cidade de valor.

De linda história, conflitos e vitórias,
Com amor, vencemos com fervor.
Contada em prosa, poesias e poemas,
A nossa história também tem esplendo.

Tão majestosa és nossa cidade,
De povo humilde e trabalhador.
Com confiança, paz e liberdade,
Nossa Martins és terra de vigor.

Martins, cidade querida,
Cidade abençoada pelas mãos divinas.
Martins cidade querida,
Lagoa do Rosário de águas cristalinas.

 

 

TERCEIRO ATO

M.C. - Tenho a honra de anunciar os nomes dos Acadêmicos Efetivos Titulares Vitalícios e Fundadores, que hoje são empossados, cujos perfis são:

 

Cadeira 12- Francisco Sandoval Vieira

 

Patrono: Agostinho Fernandes de Queiroz

Técnico em Contabilidade e Técnico em Administração é Gerente dos Correios Agência de Martins. Praticante de Trilhas Ecológicas e Treinador do Futsal, registrando seu cotidiano de esporte e lazer com documentos fotográfico e material audiovisual, organizando-os em álbuns. É de sua autoria os seguintes documentos: “Esporte e Qualidade de Vida: Movimente-se” e “Biobibliografia: Uma Vida, Um Destino, Muitos Sonhos”.

Cadeira 24-

Lívia Martins Pinto

 

Patrona: Maria Salete Martins Pinto

Escritora da área de pesquisa histórica é Enfermeira e atua como servidora pública estadual de saúde. Tem o título de cidadã martinense pelos relevantes serviços prestados na área de saúde. É autora do livro sobre a história de Viçosa.

Cadeira 25-

Zélia Macêdo Lopes Heronildes da Silva.

 

Patrona: Maria Sylvia de Vasconcelos Câmara,

Jornalista, Radialista e Colunista Social. Assessora de Gabinete da Reitoria da UERN, por 14 anos, como Chefe de Cerimonial, Integra o Primeiro Volume do Livro “Perfil Biográfico do Cerimonial Brasileiro”, foi Diretora Social do Lions Clube Mossoró por 10 anos e Assessora Especial de Protocolo e Cerimonial Leonístico Distrital. Sua vasta experiência na comunicação falada e escrita é legitimada pelos seus trabalhos nos jornais: O Mossoroense, Gazeta do Oeste, O Poty, Diário de Natal e Jornal de Natal; e na Radio Libertadora, com um Programa Diário, estilo Coluna Social. É aposentada como jornalista provisionada.

 

 

M.C. - Convido o Confrade Francisco Sandoval Vieira, acompanhado da sua esposa Maria Audineide Santos Vieira para receber o seu Diploma das mãos da Representante da AFLAM, Confreira Suzana Goretti Leite.

Convido a Confreira Zélia Macêdo Lopes Heronildes da Silva, acompanhada do seu esposo Dr. Elder Heronildes da Silva, presidente da AMOL, que receberá seu Diploma das mãos do Acadêmico José Patrício de Figueiredo Júnior.

Convido a Confreira Lívia Martins Pinto, acompanhada do seu irmão Sr. Paulo Martins Pinto para receber o seu Diploma das mãos da Vice-Presidente da ALAM Confreira Hélia de Oliveira Silva.

Solicito que o Confrade Francisco Sandoval Vieira e a confreira Zélia Macêdo Lopes Heronildes da Silva para ficarem de pé, com a mão direita levemente erguida para prestarem juramento, que será conduzido pela Confreira Lívia Martins Pinto e proferirá sua fala em nome dos demais.

 

JURAMENTO

ConfreiraLívia Martins Pinto

Cadeira 24

 

Diante de Deus e desta Assembleia, como Membro Efetivo Titular Vitalício e Fundador da Academia de Letras e Artes de Martins, comprometo-me, sob a ordem da ética, dos valores e dos princípios da pacificação e socialização de saberes, cumprir fielmente com os deveres que me competem junto à Academia de Letras e Artes de Martins, lutando pelo crescimento desta, integrando-me fielmente a suas atividades e colocando meus talentos sempre a serviço da cultura de Martins, contribuindo para a ampliação da produção lítero-artística e cultural local, regional e nacional, em conformidade com o que reza o Estatuto Social da Entidade.

Autoridades presentes, senhoras e senhores.

A arte, como linguagem de comunicação social, transmite as ideias e os sentimentos humanos, sendo importante instrumento de expressão da cultura e da interação entre os homens.

Filosoficamente, utilizando as palavras de Auguste Rodin, podemos dizer que “a arte é a contemplação, é o prazer do espírito que penetra a natureza e descobre que a natureza também tem alma”.

A literatura, como fenômeno estético, é um instrumento de comunicação social carregado de significados que utiliza as palavras como forma da expressividade humana.

Como diz Vargas Llosa: “A literatura nos permite viver num mundo onde as regras inflexíveis da vida real podem ser quebradas, onde nos libertamos do cárcere do tempo e do espaço, onde podemos cometer excessos sem castigo e desfrutar de uma soberania sem limites”.

Diante de expressões de grande relevância para o desenvolvimento das sociedades, ressaltamos a importância da ALAM para Martins, por se tratar de uma entidade artístico-cultural voltada à promoção e ambientação da literatura e da arte nesta cidade de ricas tradições e grandes nomes nas artes e letras.

Sentimo-nos honradas em fazer parte desta magnifica instituição e reiteramos o nosso compromisso de somar esforços nos trabalhos a que se propõe a academia de Letras e Artes de Martins, agradecendo a Presidente Taniamá Barreto e sua Vice-Presidente; bem como, aos demais membros e ao povo martinense, por nos agraciar com esta distinta condição de membro efetivo dessa magnânima academia.

Muito obrigada!

Martins, 14 de março de 2015

QUARTO ATO

M.C.

Senhoras e Senhores, dando continuidade a nossa solenidade convido para ser agraciados com o título de Sócios Correspondentes:

Dr. Elder Heronildes da Silva, receberá o seu diploma que será entregue pela Acadêmica da AFLAM Suzana Goretti Leite.

José Wellington Barreto, que será diplomado pela Prefeita Municipal e Acadêmica da ALAM Olga Chaves Fernandes de Queiroz

Petronilo Hemetério Filho Petro, que será diplomado pelo Presidente da Academia de Cordelistas de Mossoró e Vice-Presidente da CONFOLC Gualter Alencar Couto.

 

M.C.

Receberem o título de Amigos da ALAM os seguintes homenageados:

Államo Caio Vieira de Carvalho – é fotógrafo e técnico em informática responsável pela alimentação e manutenção doo site da ALAM.

Maria Aparecida Nunes Sabino – é empresária

M. C.

Convidamos a Dra Ângela Maria Paiva Cruz para receber o título de Sócia Benemérita da ALAM das mãos do Imortal e Presidente da SBEC Dr. Benedito Vasconcelos Mendes.

Com a plavra a Magnífica Reitora da Univgersidade Federal do Rio Grnade do Norte Ângela Maria Paiva Cruz, falou sobre o papel da ALAM para a cultura do povo de Martins e agradeceu o honroso título a ela concedido.

QUINTO ATO

M. C.

Passamos a palavra a Exma Sra Prefeita e Imortal Olga Chaves Fernandes de Queiroz Figueiredo

A palavra está facultada à mesa e a Plateia, lembrando que cada intervenção não deve exceder a 03 minutos.

SEXTO ATO

M. C.

Anuncia a Exposição, o Sarau poético-musical e Convida a Assembleia para o Lançamento do Livro na Ponta da Pena, passa a palavra ao Acadêmico Francisco Vieira Filho para falará sobre o livro e a autora.

Fala do Acadêmico Francisco Vieira Filho

 

SÉTIMO ATO

M. C.

Neste Ato tivemos a fala da Presidente, que deu por encerrada a Assembleia e convidou a todos para prestigiar a NOITE DE AUTÓGRAFO dos livros e cordéis, bem como da EXPOSIÇÃO ARTÍSTICA – esculturas do acadêmico Valter Leite da Silva

Fala da Presidente

 

Senhoras e Senhores,

Um ano de vida institucional da academia de letras e artes de Martins

Um ano que este aguerrido grupo se dispôs congregar seus valores artísticos e literários e naquela noite memorável de 14 de março de 2014 aqui plantou o ovo que deu origem a este embrião que ora, em pleno dia da difusão da poesia e da linguagem literária, se apresenta fortalecido pela congregação de mais atores sociais comprometidos com a causa da alam: produção e divulgação lítero-artística e cultural do nosso município.

Lembro que as cortinas continuarão abertas e revitalizadas com a continuidade da participação de cada um e de todos nós, na impressão do perfil da identidade cultural de Martins.

Buscando no anonimato das possibilidades dos seus munícipes as veias que possibilitarão fluir os valores culturais significados, através dos talentos do interesse da alam que nada mais são do que os talentos que deem contorno à produção das mais variadas formas, gêneros e tipos literários; à linguística; às artes visuais; à música, dança e teatro.

É imbuída desse sentimento que digo:

Obrigada diletos visitantes, por terem atendido ao nosso chamado.

Obrigada confrades e confreiras por insistirem na concretização dessa nossa academia

Obrigada conterrâneos pela demonstração de compromisso com a cultura

Apropriando-me das palavras de Emanuel finalizo dizendo: “não estamos na obra do mundo para aniquilar o que é imperfeito, mas para completar o que se encontra inacabado”.

Que Jesus nos abençoe nessa completude!

Quebrando o protocolo convido a Acadêmica da AFLAM Maria Goretti Alves para nos presentear com sua melodiosa voz, cantando a música Jandaíra.

 

OITAVO ATO

M.C.

Noite de autógrafo dos livros:

1)     Livro de poesias Na ponta da pena: poetização do imaginário, de autoria da acadêmica Taniamá Vieira da Silva Barreto

2)    Filosofia de um burro: com as memórias de um pensador, de autoria do acadêmico Francisco Vieira Filho.

Exposição Artística (esculturas, telas etc)

Martins-RN, 14 de março de 2015

Discurso proferido na solenidade de aniversário de 01 ano da Acadaemia de Letras e Artes de Martins, em 14 de março de 2015.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

ATA – SÍNTESE DA SEGUNDA REUNIÃO DO ANO DE DOIS MIL E QUINZE, DA PRIMEIRA DIRETORIA DA ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE MARTINS

Reunião de: 21 DE FEVEREIRO DE 2015                                                             

Ata da Reunião e SEGUNDA CONVOCAÇÃO, ÀS 15:30H       

ASSUNTOS TRATADOS: A periodicidade das reuniões Ordinárias da Diretoria e das Assembleias Ordinárias. Os Diplomas dos homenageados e dos sócios efetivos, Planejamento da Assembleia Geral Extraordinária de 14 de março de 2015, em comemoração ao dia da poesia e primeiro aniversário da ALAM, Proposta do grupo de teatro de Macau, As atividades 2015,e Outros.

CONVOCADOS: DIRETORIA DA ALAM 2014 / 2016, como sendo: Taniamá Vieira da Silva Barreto, Hélia de Oliveira Silva, Maria Dalva Vieira, Eliane Pereira da Silva, Aureneide Liberato da Silva, Antônio Clóvis Vieira, Luiz Francelino Filho, Édina Costa Ribeiro, Francisco Vieira Filho, Claudio Henrique de Oliveira, Rita de Cássia Câmara Duarte, Francisco Wilson da Silva, João Sabino de Moura, Valter Leite da Silva, José Patrício de Figueiredo Júnior, Olga Chaves Fernandes de Q, Figueiredo, Francisco Sandoval Vieira e Alzira Carlos Fernandes.

NÃO COMPARECERAM: Eliane Pereira da Silva, Olga Chaves Fernandes de Q, Figueiredo, Valter Leite da Silva, José Patrício de Figueiredo Júnior, Édina Costa Ribeiro, Rita de Cássia Câmara Duarte, Francisco Wilson da Silva

ENCAMINHAMENTOS / CONSTATAÇÕES: Estatutariamente, conforme acordado, a periodicidade das Reuniões Ordinárias da Diretoria são mensais, último sábado de cada mês e das Assembleias Ordinárias são semestrais, sendo: a) no primeiro sábado do mês de julho; e, b) no terceiro sábado de dezembro. Os Diplomas já estão prontos dos homenageados e dos sócios efetivos; bem como os homenageados ausentes na assembleia geral extraordinária de 08 de novembro, que são: Helena Lúcia dos Santos, Maria José de Oliveira Gurgel Costa, Francisco Marcelino Júnior, Azelma Lisboa Leite, Elení Fernandes de Queiroz, Maria Perpétua Nobre Marcelino, Érica Onofre Pereira de Melo, Adriana de Souza Costa, Ivanildo F. Campelo, Antônio Lopes Chaves Filho, José Jailson de Queiroz, Antonio Gomes de Amorim, Pe Possídio Lopes dos Santos Neto, Antonia Jacqueline Vieira de Souza, Maria Aparecida Nunes Sabino, Marcos Antonio Pinto, José Heronildes Alves, Ângela Maria Paiva Cruz e Herbert de Oliveira Mota. Os presentes constataram não ter competência para deliberar sobre a vinda do grupo de teatro de Macau, para Martins, para apresentação das duas peças: Guerra da Coreia e Herança do Tio Barnabé, vez que implica em custos que a ALAM, por si só não comporta. A assembleia Geral Extraordinária do dia 14 de março de 2015 (local a ser definido) constará de uma PROGRAMAÇÃO CULTURAL e uma SOLENIDADE DE DIPLOMAÇÃO.Diplomaremos 04 sócios efetivos titulares: Cadeira 12 Francisco Sandoval Vieira; Cadeira 22 Manoel Onofre de Souza Neto;  Cadeira 24 Lívia Martins Pinto e Cadeira 25Zélia Macêdo Lopes Heronildes da Silva; Diplomação dos Homenageados: José Heronildes Alves, Ângela Maria Paiva Cruz e Marcos Antonio Pinto (sócios Beneméritos); Elder Heronildes da Silva (Sócio Correspondente) e demais faltosos à Assembleia do dia 08 de novembro. Quanto a parte cultural da Assembleia Geral Extraordinária do dia 14  faremos um sarau, logo após a solenidade de diplomação, constando de instrumentistas, cantores, repentistas e declamadores, com um conjunto de atividades: (1) LANÇAMNENTOS DO LIVRO “Na Ponta da Pena” e DE VÁRIOS CORDEIS;  (2) EXPOSIÇÃO DA PRODUÇÃO DOS ACADÊMICOS - esculturas, telas, livros, folhetos, cordéis, fotografias etc. (Valter, Margarida, Albetiza, Wilsom, Taniamá,  Caio, Onofre Neto, Cássia e demais); (3) APRESENTAÇÃO DOS ACADÊMICOS: Aureneide (cantora), Luiz Filho (cordelista / cantor), Alzira (repentista / cordelista), Clóvis (cordelista), Coquinho (poeta); (4) CONVIDADOS: Inácio Garapa, Amanda Costa, Jorge Alexandre, Silvana (outros). Como a Diretoria de eventos não estava presente na reunião todos os que estiveram presentes são corresponsáveis de socializar as deliberações da programação e adotar medidas para a viabilização do mesmo, quanto ao planejamento e viabilização da programação, em termos de local etc. Na impossibilidade de comunicação com a Presidente (Dra Taniamá) A Vice-Presidente da ALAM (Professora Hélia) tem plenos poderes de decidir sobre qualquer deliberação em termos do Evento. Estatutariamente, qualquer acadêmico pode indicar nome para compor a ALAM. Como ainda há 17 cadeiras vagas, continuamos recebendo propostas / inscrições para sócios efetivos vitalícios da ALAM. O critério é cumprir com as determinações do Estatuto. Constatamos que há pessoas inscritas e que não cumpriram todos os trâmites legais, portanto não serão diplomadas em março. São elas: Jr Marcelino, Onofre Júnior, Erian, Moacir Rodrigues, Mariângela, Izabel, Cícero Onofre Neto, Francisca Ferreira Souza (Fran), Claudio Nobre. Já foram confeccionadas as 17 pelerines dos acadêmicos que ocuparão as 17 cadeiras ainda desocupadas. Precisamos contatar os demais acadêmicos para providenciarem a elaboração das plaquetas, que é da responsabilidade de cada imortal, como também, a foto do seu patrono ou patrona, para as galerias. São 03 galerias a constarem no salão (quando tivermos) da ALAM: dos patronos, dos acadêmicos e dos homenageados. O espaço físico para a sede da ALAM ainda é um problema. A prefeita sugere o Museu após reforma, que sabemos depende da tramitação burocrática que sempre demanda tempo. Então, vamos olhar as condições de conservação física da Escola Municipal, em Lagoa Nova, que está desativada. É viável, em acesso e estrutura? Francisco Filho, Sandoval, Eliane e Coquinho, visitarão para constatar a possibilidade. Em consonância com as propostas recebidas dos vários membros da Diretoria temos a perspectiva de realizar as seguintes atividades. I - Proposta das Atividades da Diretoria de Eventos: Março: Promover um concurso de poesia, seguido de um recital. Poesias sobre a Serra de Martins e o Recital "Poetisando a Serra". As poesias produzidas poderiam virar livro a ser editado pela Alam e disponibilizado, através da Prefeitura, para as escolas da cidade, bem como a Biblioteca Municipal. Maio: Promover um concurso (desfile) de a mais bela mãe, com premiação adquirida no comércio da cidade. Agosto: por ocasião do dia do estudante, promover um show de talentos estudantil, com premiação, por categoria (música, canto, pintura, etc), adquirido no comércio da cidade. Setembro: o concurso "Brasil pra que te quero": Descrevendo o Brasil através de poesias, crônicas, etc  - Premiação adquirida com o comércio Dezembro: Resgatar, junto com a prefeitura, o Auto de Natal, bem como grupos com danças da época. II Proposta das Atividades da Diretoria de Comunicação: Divulgar as atividades da Alam, favorecendo a visibilidade da Instituição e Integrar-se nas atividades da ALAM como um todo. III Proposta das Atividades da Tesouraria: Elaborar um plano de captação de recursos, Abrir conta bancária, Integrar-se nas atividades da ALAM como um todo, Apresentar relatório financeiro ao Conselho Fiscal. IV - Proposta das Atividades da Secretaria: Normalizar os documentos da ALAM (atas, cadastros, relatórios etc), Integrar-se nas atividades da ALAM como um todo. V - Proposta das Atividades dos Oradores: Integrar-se nas atividades da ALAM como um todo e Responsabilizar-se pelo cerimonial das atividades solenes. VI - Da Presidência: Fazer cumprir as atividades propostas pelos vários segmentos da Diretoria da ALAM. Realizar solenidades e eventos do Aniversário de 01ano da ALAM - 14 de março (poesias); Realização de minicursos: arte de cantar, Loas e apologias. Lançamentos de livros, elogios e Diplomação dos Acadêmicos e Homenageados; Concurso do HINO da ALAM; Coordenação de todas as reuniões (diretoria e assembleias) e delegar poderes a Vice-Presidência, em suas ausências; Aniversário de 01 ano da diplomação dos primeiros acadêmicos. Esclarecer sobre os direitos e deveres dos sócios, em consonância com o Estatuto da ALAM. Coordenar o processo de Registro da ALAM. Definição do(a) Patrono(a) da ALAM e do(a) Presidente de Honra da ALAM. Monitorar a produção dos acadêmicos. Monitorar as produções dos acadêmicos (Plaquetas, etc). Coordenar o processo de criação de uma Pesquisa: Biobibliografia dos cantadores de viola do Rio Grande do Norte, Pesquisa: Ontologia dos Acadêmicos e Patronos da ALAM, Projeto de preservação da memória cultural do município: Câmara municipal (Margarida, Sandoval e Albetiza); Museu do Almino Afonso (Eliane), Cultura, Designer, urbanismos e municipalidade. Minicursos sobre Cultura e Designer, Lançamento de um CD / DVD (Aureneide e Luiz Filho), Elaborar projeto de captação de recursos, mobilizar meios para realizar trabalhos sobre a memória da identidade cultural dos grupos humanos: Rua das Pedras, rua que dá para o cemitério e os monumentos de Martins em geral. REVISTA DA ALAM. Compareceram a reunião: Taniamá Vieira da Silva Barreto (Presidente), Hélia de Oliveira Silva, Maria Dalva Vieira, Aureneide Liberato da Silva, Antônio Clóvis Vieira, Luiz Francelino Filho, Francisco Vieira Filho, Claudio Henrique de Oliveira, Francisco Sandoval Vieira e Alzira Carlos Fernandes.

Martins-RN, 21 de fevereiro de 2015

Taniamá Vieira da Silva Barreto (Presidente)

left show tsN fwR b15s bsd|left fwR tsY|left show fwR tsY|bnull|||news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||